Sistema de abastecimento próprio: o processo de drenagem dos tanques de óleo diesel

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Sistema de abastecimento próprio: o processo de drenagem dos tanques de óleo diesel

Como já abordamos no post anterior (clique aqui para ler) a água é o principal inimigo da qualidade do óleo diesel. Para evitar a contaminação é necessário realizar quase diariamente a drenagem dos tanques, conforme dito no post anterior.

Procedimento para drenagem de água em tanques aéreos:

  • colocar um balde embaixo do ponto de drenagem e ligar o cabo antiestática do baldo à conexão da válvula do tanque, que só deve ser desconectado ao final do procedimento;
  • abrir lentamente a válvula da linha de drenagem com uma ou duas voltas, de modo que a água saia sem que a tubulação de drenagem transborde;
  • fechar a válvula imediatamente caso constatar saída de combustível;
  • repetir o procedimento diversas vezes, em intervalos de 5 a 10 minutos, até que a água seja eliminada completamente do tanque.

Procedimento para drenagem de água em tanques subterrâneos:

No caso dos tanques subterrâneos a verificação da presença de água pode ser feita por sensores, sondas ou réguas de verificação.

Caso utilize a régua de verificação o processo começa com a colocação de pasta-d’água em uma das suas extremidades (aproximadamente 100mm), depois a régua deve ser introduzida na abertura de inspeção até que alcance o fundo (pois se houver água ela estará no fundo do tanque), a régua deverá então ser retirada com cuidado para observar a pasta. A pasta-d’água em contato com a água muda de cor, indicando quanto de água está presente no fundo do tanque.

Para realizar a drenagem de um tanque subterrâneo é necessário uma bomba de drenagem manual, conhecida como bomba de sucção em “T”. Para tanto, indica-se:

  • introduzir o tubo ou mangueira de sução até o fundo do tanque e descarregar em um balde;
  • operar a bomba de modo que garanta a visualização da saída da água no balde;
  • se começar a sair combustível, a sucção deve ser interrompida imediatamente.

Na foto abaixo você pode comparar os dois tipos de drenagem: a esquerda a drenagem em tanques aéreos e a direita a drenagem em tanques substerrâneos.

sistema de drenagem de tanques de óleo diesel - aéreo e subterrâneo

É sempre importante verificar se há presença de ferrugem na água drenada dos tanques, pois uma grande quantidade indica que o tanque está excessivamente corroído e requer manutenção ou troca.

Na próxima semana vamos abordar as diferenças entre os processos de filtragem do diesel, em especial o filtro prensa e os filtros coalescentes de alta performance da Petropuro.

Fonte: Manual de procedimentos para a preservação da qualidade do óleo diesel B (CNT/SEST/SENAT)

Leia também:

2 ideias sobre “Sistema de abastecimento próprio: o processo de drenagem dos tanques de óleo diesel

  1. Pingback: Guia rápido de cuidados com o Óleo Diesel para propriedades rurais | Petropuro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>